quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Filmes de Terror

Uma coisa que eu sempre achei extremamente sem nexo é assistir filmes de terror. As histórias são sempre tristes, ninguém fica feliz no fim do filme, o principal quase sempre morre ou acaba machucado e você sempre sai do cinema com aquela sensação pesada em sua mente.
O que é mais confuso ainda é quando uma pessoa medrosa assiste um filme de terror.
Hoje estava no curso de inglês e, em meio aquelas conversações básicas, acabamos conversando sobre filmes de terror e vendo alguns trailers na internet. Fica dúvida: qual a graça de sentir medo?
Eu sou extremamente medrosa, cagona que só vendo e me assusto com bastante facilidade. Mas meu defeito é que eu sou extremamente curiosa e quando o assunto é filmes então... Por isso acabo assistindo esses tipos de filme, ficando traumatizada e sem dormir por um bom tempo até aquela imagem ir embora da minha mente.

Não consigo ficar no escuro sozinha porque tenho medo da bruxa da Branca de Neve, morro de medo de ficar em casa sozinha a noite porque tenho medo de fantasmas, atender o telefone então... nem a pau, Samara. E no fim das contas sempre me pergunto: - Se eu tenho tanto medo, por que assisto?
Estou louca para assistir A órfã e Arraste-me para o inferno, o problema é achar uma peça rara que me aguente chorar, me esconder, gritar, beliscar e dizer " Não quero mais assistir isso ". Acho que a única coisa boa em assistir filmes de terror é ter alguém interessante ao teu lado e poder usar a desculpa que está com medo para ver o filme agarradinho, kkkk :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

" Liberdade é pouco! O que eu quero ainda não tem nome "
Clarice Lispector