domingo, 18 de janeiro de 2009

• Praia, areia e muito sol!


Eu adoro praia. Não pensem que sou contraditória, afinal de contas, acho que já disse para quem quisesse ouvir que eu não suporto a areia e as ondas do mar. Não é mito, é sério! Detesto levar caixote de ondas. E, aqui no Rio, a água também não ajuda muito. Quando você entra, além de cãibras posteriores o ossinho da tua bunda, quando vê um ventinho básico, congela. Detesto essa sensação! Mas, quando falamos de ilha o aspecto muda. Adoro aquela água rasa/cheia que você entra, fica com frio por dez segundos mas que depois fica numa gostosura que nem dá vontade de sair. A única coisa ruim é o trajeto até elas. Detesto muita água em volta de mim e o balanço do mar me deixa com a sensação de que o barco vai virar e eu vou cair nele. Não vou morrer no meio do mar, quero morrer comprando roupas e vestindo uma langerie da Victoria's Secret por baixo! , isso que fica na minha mente durante todo o trajeto.

Não gosto muito de falar de minhas fobias, então falemos de algo mais agradável: a praia! Adorei o passeio. Tirando alguns quase cortes por aventuras de alguns amigos em tentar bancar Indiana Jones e se meter numa gruta cheia de pedras e algusn espinhos no alto, foi tudo muito perfeito! A água deliciosa e funda, para se dizer a verdade, a companhia e o bronze que peguei no final das contas... Tudo muito perfeito e inesquecível!

Siiiim, acreditem. Estou bronzeada. Ainda tiro fotos da marca para vocês verem. Estava quase anêmica, hoje, estou mais coradinha do que ontem de manhã! Só que, como o sol estava muito forte - eu passei protetor! - e estava indo direto para a água, coisa que quase nunca faço, fiquei um pouco ardida no rosto. Mas, com bastante hidratante de amêndoas, isso se resolve!
O sol é a melhor forma de se queimar, isso eu garanto. E, quem ainda pensa em ir pra praia, abusem do protetor solar. O sol está muito forte, principalmente por causa do horário de verão que sempre nos esquecemos de que, em certos horários "trocados" o sol pode causar queimaduras graves!



E, para as mocinhas e os mocinhos que não curtem passar algumas horinhas debaixo do sol para pergar uma cor e usam e abusam do bronzeamento artificial, cuidado! Ele pode ser tão perigoso quanto o sol do meio-dia já que, os raios ultravioleta estão indo diretamente para seu corpo. Bem próximo! Isso queima as "gorduras" da pele - se não me engano é esse o nome da camada protetora da mesma - e, com o tempo, a pessoa que se utiliza dessa técnica de bronzeamento pode adquirir o câncer de pele! Então, cuidado!

E lembrem-se: Antes uma pele pálida e saudável do que uma bronzeada e doente!

Um comentário:

  1. Eu não gosto de praia, agora me acostumei na marra... hehehe... Prefiro mil vez meu bronze artificial. E sim, tem que tomar cuidado também.
    Beijos

    ResponderExcluir

" Liberdade é pouco! O que eu quero ainda não tem nome "
Clarice Lispector