terça-feira, 2 de dezembro de 2008

• American Life - Madonna

Uma das coisas que eu mais adimiro na Madonna é o poder de influência que ela tem sobre a sociedade. Desde quando "explodiu", ela falou sobre as coisas mais polêmicas na sociedade: sexo, religião e, finalmente, política com o álbum American Life de 2003.
No clipe da música, também nome do álbum, Madonna deixa explicito que é contra a guerra do Iraque. A letra é bem "cutucante" à atuação do governo Bush em relação a essa coisa tão desnecessária que já matou milhares de pessoas e abismou diversos países.
Existem duas versões do clipe: uma que aparece apenas ela cantando, com o plano de fundo de diversas bandeiras de todo o mundo. E outra, muito mais ousada: um desfile de moda onde as peças são roupas utilizadas por soldados - bem estranho mesmo! - e a parte mais tocante é quando aparecem duas guriazinhas caracterizadas de Iraquianas que olham para a câmera com uma carinha bem triste. E, antes disso, aparece um guri americano com munição em volta do pescoço. No final desta versão, Madonna aparece jogando uma granada, que acaba caindo nas mãos de um cara idêntico ao presidente Bush que ascende um cigarro com ele!
Adoro a Madonna, adoro a Madonna, adoro a Madonna
Letra / • Clipe versão 1 / • Clipe versão 2

Nenhum comentário:

Postar um comentário

" Liberdade é pouco! O que eu quero ainda não tem nome "
Clarice Lispector